23
Jan 11

Bonecas e sua história


Conheça o surgimento e as curiosidades desse brinquedo tão importante para as meninas!


Não é difícil de imaginar uma criança na pré-história segurando um pedaço de madeira, talhado grosseiramente para representar a vida de sua família. Ou que os mesmos homo sapiens, no início de sua jornada pelo planeta, tenham criado pequenas representações humanas para fins ritualísticos.

 

Mas, oficialmente, a história das bonecas começa por volta de 2.000 anos antes de Cristo, no Egito Antigo, durante a época do Médio Império. Por ali começaram a surgir as primeiras bonecas de que se tem notícia. Nesta época eram de dois tipos básicos: algumas de madeira e com cabelos esvoaçantes, sobre as quais não se tem idéia da função e outras, a grande maioria, feita de barro. Estas tinham uma função não tão lúdica: acompanhar os faraós na incursão ao mundo dos mortos, seja para as crianças brincarem "do outro lado" ou atuar como serviçais.

 

Um fato curioso: a partir daí a relação das crianças com as bonecas foi ficando mais e mais ritualística. Na Grécia Antiga, por exemplo, fazia parte dos rituais que antecediam o casamento a entrega por parte da noiva à deusa Ártemis das suas bonecas e de outros brinquedos, simbolizando o fim da infância.

 

A relação comercial como conhecemos hoje, ou seja, oferecida como presente as crianças, data do século XV de nossa era. Por esta época começaram a surgir os Dochenmacher (fabricadores de bonecas) em localidades como Nuremberg, Ausburgo e Sonneberg.

A fabricação e comercialização se intensificaram na França, com modelos que reproduziam o aspecto das mulheres locais e os materiais empregues eram a terracota, a madeira e o alabastro.

 

 A produção se espalhou pela Europa com a utilização de novos materiais e técnicas. Na Holanda, no século XVII, por exemplo, apareceram as primeiras bonecas com olhos de vidro e perucas feitas de cabelo humano.

Século XIX: a época de ouro.

 

É considerada a época em que mais se investiu em luxo e sofisticação na criação das bonecas. Um detalhe interessante: naquele tempo, as bonecas eram feitas principalmente para os adultos e reproduziam fielmente as figuras da corte e da sociedade, feitas de madeira, com rosto de porcelana.

 

Com o século XX, o cinema, o desenho animado e a cultura do consumo, pessoas e personagens entraram no mundo das bonecas. Artistas de cinema, políticos, modelos... hoje existem bonecas representando cada ícone de nossa sociedade.

 

No mundo das Bonecas

 

• Quem criou o primeiro protótipo de boneca falante foi Thomas Edison no final do século XIX.

 

• No Japão, as bonecas são chamadas de Ningyoo. Longe de ser apenas brincadeira de criança representam a história e costumes de seu país. No dia 3 de março se comemora o Dia das Meninas, e as bonecas são expostas na sala de visita, em um altar de cinco andares onde as figuras do casal imperial estão no topo do altar.

 

• Na África do Sul, o povo Mfengu, dá de presente a jovens casadas uma boneca que deve ser reservada a seu primeiro filho. Quando ele nasce ela ganha outra até o nascimento do segundo filho.

 

• Em Portugal, na região do Algarve, o dia 1 de Maio é dedicado a boneca Maia. Ela é bastante alta, feita de palha e trapos, com vestes brancas. Neste dia os moradores deixam no centro da casa, cantando e dançando à sua volta.

 

• No sul da França, especialmente em Tarascon, existe a Tarasca (do francês tarasque), boneco com aparência de um ser monstruoso, exibido no Pentecostes.

 

• Na Rússia, as bonecas denominadas Mamuschka ou Matrioshka são as mais representativas. Na verdade, são um conjunto de bonecas de tamanhos decrescentes, geralmente feitas em madeira de tília e muito coloridas, e que são guardadas umas dentro das outras.

 

• No Vietnã existe o tradicional Teatro Aquático de Fantoches, secular apresentação com bonecos, que "atuam" sobre a água e com pequena orquestra, cuja existência esteve ameaçada de desaparecimento e foi resgatada na década de 80.

 

• Na Alemanha, mais precisamente na região de Erzgebirge (a leste, vizinho à República Tcheca), a produção artesanal do boneco quebra-nozes, largamente usado como enfeite natalino, constitui-se em importante manifestação cultural.

  

 

 

 

 

 

Boneca de Porcelana

publicado por Chicailheu às 00:52

Muito interessante esta recolha. Gostei de ler. Boa semana.
sweet-moments a 23 de Janeiro de 2011 às 12:32

Achei bastante entresante.Sendo assim que irei utilizar esta informação no meu novo projecto para a escola. Não se perocupe eu irei fazer tudo legalmente.Um abraço.
Renata Cunha a 18 de Março de 2011 às 22:31

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14

18
19
20
21
22

24
26
28
29

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

::RELÓGIO::
::CONTADOR::
contador de acesso grátis
::A MINHA MÚSICA::
::MIMIMHOS::




















as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO